Jarbas J. Silva

...se eu não tiver amor, nada serei!

Textos

Língua com sabor
Língua com sabor
Saber ou não saber, eis a questão. Saber falar português, todos os falantes da Língua Pátria sabem, ou seja, não há muitos problemas com a comunicação. O que dificulta é tê-la que escrever. Aqui começam os infinitos problemas.
Durante décadas o ensino da Língua Portuguesa é pautado na Gramática tradicional, Fonética, Morfologia, Sintaxe. Isso seria ótimo se o aluno do ensino fundamental ou mesmo médio entendesse o que é e para que serve um fonema, um substantivo sobrecomum, ou qual é o prejuízo, para a comunicação, do uso da próclise em início de frase?
Para um aluno incipiente, importa as relações entre as idéias, importa a interação cultural, importa comunicar-se, fazer-se perceber através das linguagens múltiplas, verbais e não-verbais, importa as conexões feitas por meio da sua pragmática, da sua análise do discurso do outro, não só das relações verbais, sujeito e predicado, mas também das relações emocionais, intelectuais, psicológicas, gestuais(olhos, face, corpo).
Não sou contra o ensino da Gramática, posto que dela faço uso em sala de aula, todavia não concordo com o ato de ministrá-la como se fosse uma “cesta básica”, mas sim como uma “cesta de café da manhã” da qual o aluno possa usufruir de vários itens que lhe chamem a atenção, que vão além do feijão com arroz e óleo, mas que, para ter sabor, seja adicionado “tempero”  à Língua.
Infelizmente, ainda há uma casta de intelectuais que dominam a Língua(e a sua Norma e o povo) e que não se preocupam com a total inclusão linguística da sociedade brasileira. Então fica aqui uma paródia de um dos poemas de Vinícius de Morais: “Português, melhor sabê-lo; se não sabê-lo como entendê-lo?”

Jarbas J. Silva


Jarbas J Silva
Enviado por Jarbas J Silva em 18/01/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras